O SEGREDO PARA ACABAR com as PARCELAS do FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO! (VALE p/ QUALQUER DÍVIDA)

Tempo de leitura: 8 min
Avatar of Atendimento ao Cliente

Escrito por Atendimento ao Cliente
em agosto 18, 2021

Já pensou você ficar LIVRE do seu financiamento
imobiliário de 30 anos, em apenas 3 ou 5 anos?   Olha isso que SENSACIONAL! Existe um SEGREDO que
os Bancos não querem que você saiba. O vídeo de   hoje é

de utilidade pública meu amigo! Fala meu amigo Dinheirudo! Bão demais da conta? Muita gente quer realizar
o SONHO da casa própria.
ript>

Só que acaba   entrando no PESADELO da dívida eterna. É o
raio do financiamento imobiliário, que a pessoa   acaba CONTRAINDO e depois não sabe como pagar.
E antes que você fique me zoando, a palavra é   CONTRAIR mesmo, igual quando a gente pega doença.
Do Latim: CONTRAHERE e do economês “TÔ LASCADO”.  Mas pra quem percebeu só depois que buraco é bem mais embaixo, hoje você vai ganhar uma   bela de uma escada de presente. Um jeito de
DIMINUIR as prestações do seu financiamento,   e transformar 30 anos em até 3 anos! Ué? Num tem
o 6 em 7?

 

Porque não pode o 30 em 3? Tudo vai   depender da sua disciplina e esforço. E você vai
entender tudinho se ficar até o final desse vídeo.  E PRESTENCÃO: o que vou te mostrar hoje não
serve apenas pra financiamento imobiliário não.   Serve pra financiamento de veículos,
crédito pessoal, consignado ou não,   e praticamente pra QUALQUER TIPO DE
DÍVIDA. Então atocha o dedo aí no   like, e bóra entender essa belezura que
nenhum gerente de banco vai de contar.  Eu quero saber também se você tem um financiamento
mais longo, de imóvel ou veículos, por exemplo,   e quantos meses falta pra você ficar livre
dele.

 

Escreve aqui nos comentários pra eu saber.  Pra já ir dando aquele choque de realidade,
saca só: num financiamento de R$ 100.000,00   com prazo de 30 anos, por exemplo, você paga
INACREDITÁVEIS R$ 132.494,22 só de juros,   seguros e tarifas. E ALÉM disso, tem que pagar os
R$ 100.000,00 que você DE FATO pegou emprestado.  Apesar de ser uma dívida planejada,
daquelas poucas que a gente senta,   faz os cálculos do que ganha, e de quanto pode
pagar… Continua sendo uma dívida. É dinheiro   que sai do seu bolso. E é MUITA grana
que você fica dando pros bancos, champs.  Acontece a mesma coisa com o financiamentode veículo e… Bate na madeira aí três   vezes… No seu CRÉDITO PESSOAL. Coooorre Cleide!
Claro que no caso do financiamento imobiliário tem   a valorização do imóvel do tempo. Mas o problema
não é só juros. Principalmente casais novos,   costumam se endividar por 30 anos, numa
casa que sabe-se lá Deus se vai servir   dentro de pouco tempo, com a chegada dos filhos.
Sem contar duas outras coisas. Os casamentos   costumam durar BEM MENOS que 30 anos. E
talvez o mais importante: a falta de paz   de espírito de ter dívidas. De não pagar por
alguns meses e o banco tomar a casa de você.  Como você vai virar um investidor,
fazer o dinheiro trabalhar pra você,   se VOCÊ está pagando juros para os outros?
Mas o que os bancos não te contam é que tem uma   maneira INCRIVELMENTE simples e RELATIVAMENTE
barata, pra você LIQUIDAR o seu financiamento   imobiliário. E muito antes do prazo contratado.
Vai valer até a sua inscrição no final,   você duvida? Não desgruda da cadeira aí!
Eu fiz uma simulação aqui de um financiamento   imobiliário de R$100.000,00 no site da
Caixa Econômica Federal. Eu vou deixar   na descrição o link para o “Caixa simulador habitacional”.   Eu escolhi a Caixa porque é o banco que a geral
mais procura na hora de financiar uma casa.  Fiz essa simulação usando a tabela SAC
(Sistema de Amortização Constantes),   que via de regra é a melhor tabela
pra você usar na hora de financiar   um imóvel. Com ela você vai pagar
menos juros e menos taxa de balcão.  Se você observar, a primeira prestação é de R$
963,21. A sua prestação é formada pelo capital   que você está amortizando + juros + seguros
obrigatórios por lei + taxa de administração.  Nessa prestação de R$ 963,71, apenas R$ 277,77 é o
que efetivamente você está abatendo da sua dívida.   Do dinheiro que você paga todo mês pro banco,
quase 70% é pra pagar juros e acessórios! Isso   não faz nenhum sentido. É como se você fosse pra
churrascaria, e 70% do seu prato fosse saladinha,   pão e azeitona. Pô! Cadê a PICANHA?
E vai ser assim ao longo das quase   eternas 360 parcelas! Mas é aí que está o
“big jump of the cat”, pra se livrar dessa   lasqueira toda. Esses mesmos R$ 277,77,
é o valor que o banco vai te cobrar se   você quiser pagar a sua ÚLTIMA prestação. No
simulador aparece um valor um pouquinho maior,   e ainda tem a taxa de administração:
Mas o fato é que esses R$ 277,77 que   o simulador mostra, vai abater DIRETO e SEM
escalar a sua dívida. É a chamada AMORTIZAÇÃO!   Guarda essa frase aí pra você usar. “Sr.
gerente, eu quero AMORTIZAR a minha dívida”.  Imagina aquele mês que você tirou 10
em educação financeira, e sobrou uma   grana. Ou aquele outro mês onde você recebeu um
bônus da empresa, hora extra, décimo terceiro… Ou   mesmo que você tenha conseguido
aumentar a sua renda, fez uns corres aí.  A parcela do mês vigente, você precisa
pagar de qualquer jeito mesmo. Na nossa   simulação seria a parcela 1, de R$ 963,21.
Só que com a grana extra que você conseguiu,   você não vai pagar a PRÓXIMA
parcela. Você vai LÁ NO FINAL,   pagar a ÚLTIMA prestação por APENAS R$ 277,77.
Então olha que lindo: com a grana extra,   você consegue abater não apenas 2 prestações,
mas umas 4, ou talvez 5, num ÚNICO mês. Se você   fizer isso umas 3 vezes, você eliminou mais de
um ano da sua dívida! E se você tiver ainda mais   grana extra, pode seguir essa lógica e pagar
quantas prestações você conseguir. E eliminar   talvez 1 ano da dívida em um único mês.
E pra você que tem FGTS, você pode usar   o seu saldo de dois em dois anos, pra fazer a
mesma coisa. Eu sei que o FGTS é uma garantia   pro trabalhador que é demitido sem justa
causa. E pode ser bem útil até que a pessoa   arrume outra fonte de renda. Mas qual é o
esforço que você está disposto a realizar,   pra pregar o pé de uma vez nas suas dívidas?
O ideal é não depender do FGTS como reserva   financeira, porque não está disponível
quando você precisar, como num caso   de um acidente, reparos no veículo, etc.
Se você tiver dúvidas sobre o uso do FGTS,   eu vou deixar na descrição desse vídeo o
link pro Manual do FGTS para Moradia Própria.  Mas voltemos à nossa dica top das
galáxias de economia de tempo na sua   vida. Lembrando que toda vez que você for fazer
uma amortização do seu financiamento imobiliário,   o banco vai perguntar se você quer diminuir o
VALOR da parcela ou o PRAZO. Diminua sempre o   PRAZO. É isso que faz sentido pra você acabar
com essa dívida o mais rápido possível.  Muita, mas muita gente mesmo, não faz a
menor ideia de que isso é possível. E quem   tem financiamento imobiliário e já conhece
esse procedimento, geralmente não sabe que   também dá pra fazer isso no financiamento do
carro, da moto, dos empréstimos pessoais… E   esse é o SEGREDINHO do banco. Quero dizer, ERA.
Mas o Importante é entender a lógica da coisa:   você pode pagar as últimas parcelas pelo valor do
CAPITAL, sem os juros. E num empréstimo pessoal,   onde os prazos são mais curtos e os juros
geralmente são maiores, o desconto é AINDA MAIOR!  E tem mais: não precisa ser o valor certinho da
parcela não. Você pode amortizar o valor que você   QUISER! Se você tem o valor de uma parcela e
meia, não precisa esperar juntar duas parcelas   pra solicitar a amortização. Já corre no banco
ou no app, e dá mais uma aliviada nesse trem, sô.  E falando em app, quer ver como funciona, na
prática, esse macete? Na tela inicial do app da   Caixa, é só dar um toque em “Habitação”. No menu
que vai abrir, entra em “Contrato Habitacional”,   depois em “Consultas e Serviços”, e reza
pra não dar erro de conexão, porque dá   trabalho pra esse sistema funcionar, viu…
Se você tiver mais de um financiamento,   eles vão aparecer listados nessa tela. Se você
tiver só um, ele já vai ficar selecionado. Toque   agora em “Continuar”. Na próxima tela você
vai ver alguns dados do seu financiamento,   incluindo o prazo que falta e o saldo devedor.
Toque agora em “Amortizar”. Depois,   selecione se você quer reduzir a prestação atual
ou reduzir o PRAZO do contrato. Marque a segunda   opção (prazo) e digite o valor que você quer
amortizar. Toque em “Continuar”. Prontinho!   Aqui você vê o novo saldo devedor e o novo
prazo que falta pra você se libertar de vez.   Aí é só clicar em “gerar boleto” e ganhar mais
tempo de vida, na sua jornada de investidor.  Os bancos que não tem essa opção nos
aplicativos, geralmente disponibilizam   uma central de atendimento, pro cliente poder
fazer a sua amortização sem sair de casa.  E o mais legal de ir sempre amortizando pelo
prazo, é que você vai perceber que a carga de   juros de cada parcela vai diminuir também.
Além disso, como os seguros obrigatórios   são calculados em cima do valor que ainda
RESTA da dívida, eles também vão diminuir.  Então, o valor do capital, que é aquele
que REALMENTE abate o seu financiamento,   vai aumentando! E isso vai te dando motivação pra
guardar cada vez mais grana, pra abater mais a sua   dívida, e fazer o pesadelo voltar a ser SONHO. E
finalmente, e mais rápido do que você imaginava…   Tchau dívida! Daí pra frente, é só alegria.
Agora diz pra mim o que você achou   disso. E escreve aqui nos comentários se você
já tinha o hábito de amortizar a sua dívida,   ou se descobriu isso hoje. E conta também se você
pretende fazer um 30 em 3 aí no seu financiamento.  Se você achou esse vídeo útil, não te falei
que valia a sua inscrição? Mete bronca aí,   liga o sininho! Só não esquece de não
deixar esse conhecimento morrer com você:   compartilha aí nos grupos. E como você gosta
de imóvel, já engata nesses outros dois vídeos   aqui do lado, que você vai aprender mais coisas
bacanas sobre o assunto. Valeu! Tudibão! Fui!

 

Palavras relacionadas a o artigo 

 

dinheiro com voce, dinheiro com você, finanças pessoais, educação financeira, canal de finanças, financiamento caixa, financiamento caixa diminuir parcelas, diminuir parcelas, cancelar parcelas financiamento, financiamento imobiliário caixa, financiamento imobiliário, amortizar dívida, amortizar parcelas financiamento, amortizar parcelas, reduzir prazo financiamento, reduzir prazo financiamento caixa

Você vai gostar também:

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade